PF desbarata grupo criminoso suspeito de fraudes licitatórias em Alagoas

PF desbarata grupo criminoso suspeito de fraudes licitatórias em Alagoas

Mandados judiciais são cumpridos em Maceió, Satuba, Santa Luzia do Norte; Pernambuco também é alvo de mandado

PF desbarata grupo criminoso suspeito de fraudes licitatórias em Alagoas

A Polícia Federal (PF) deflagrou, na manhã desta quarta-feira (13), a fase ostensiva da Operação Baldroca, com o apoio da Controladoria Geral da União (CGU) e da Receita Federal do Brasil (RFB), objetivando desarticular grupo criminoso suspeito de fraudes licitatórias no município alagoano de Santa Luzia do Norte.

Durante a investigação, verificou-se a dispensa irregular de licitação e de certame licitatório para fornecimento de combustíveis com direcionamento de contratação e de sobrepreço.

As penas dos crimes investigados dizem respeito aos artigos 89 e 90, da Lei nº 8666/93, ao artigo 1º, I, do Decreto-Lei nº 201/67 e ao artigo 288, do Código Penal Brasileiro, e podem chegar a 24 anos de reclusão.

Estão sendo cumpridos seis mandados de busca e apreensão, sendo 3 em Maceió/AL, um em Satuba/AL, um em Santa Luzia do Norte/AL e um em Bom Conselho/PE, todos expedidos pela 2ª Vara da Justiça Federal, em razão de Representação da autoridade policial no curso das investigações.

O trabalho policial conta com a participação de 35 policiais federais, de dois servidores da CGU e dois servidores da Receita Federal do Brasil. O termo “BALDROCA” significa embuste, trapaça.

As apreensões decorrentes desta operação serão devidamente processadas e juntadas ao Inquérito Policial, que está em andamento na Polícia Federal em Alagoas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here