Vírus Chinês: Com solicitação de Flávio Moreno, Governo Federal adquire 46 milhões de testes para testagem em massa e Alagoas será atendida

Governo Federal faz aquisição de 46 milhões de testes para coronavírus.

A Testagem em massa vai possibilitar rever distanciamento social, afirma novo ministro da Saúde.

No dia 26/03, o Policial Federal Flávio Moreno solicitou ao Presidente Bolsonaro, a realização de testes em massa da população, além de distribuição de máscaras, álcool em gel e EPIS para profissionais da saúde e segurança, UTIs, distribuição de cloroquina, combinado com outras medidas de contenção do vírus chinês e ajuda emergencial às famílias e empresas.

Mais de 2 milhões de testes rápidos já foram distribuídos aos estados de todo o país pelo Governo Federal.

Flávio Moreno com Jair Bolsonaro

O Governo Federal já enviou mais de R$ 8 bilhões aos Estados e municípios para ajuda emergencial no combate ao coronavírus, vai enviar ainda mais R$ 125 bilhões, conforme aprovado no Congresso. O Governo de Alagoas receberá R$ 1 bilhão e Maceió (R$ 100 milhões). Em relação a ajuda humanitária de até R$ 1200, já foram beneficiadas mais de 930 mil famílias no Estado.

O novo ministro da Saúde, Nelson Teich, anunciou (20/05) que o governo federal aumentou para 46 milhões a previsão de compras de testes para detectar o novo coronavírus.

O Ministério esperava anteriormente comprar 24 milhões de testes.

Começou em 21.abr.2020 a testagem em massa da população do Distrito Federal. Os exames estão sendo aplicados no método drive-thru no Plano Piloto de Brasília e em Águas Claras – regiões com maior registro da doença. Inicialmente, serão feitos 100 mil testes.

“Não adianta testar só aqueles que chegam no hospital porque os assintomáticos serão os próximos sintomáticos e, uma parte destes, precisarão de internação nas semanas e dias próximos. Não testar leva a fazer todas as coisas em cima da hora”, diz Flávio Moreno.

Aquisições e doações de testes:

RT-PCR (biologia molecular)
Testes rápidos (sorologia)
3 milhões (compra via FIOCRUZ/IBMP)
10 milhões (doação Vale e bancos)
10 milhões (compra direta pelo MS)
12 milhões (compra direta pelo MS)
10 milhões (compra via OPAS/OMS)

600 mil (doação Petrobrás)

600 mil (compra via Cepheid)

Total RT-PCR: 24,2 milhões
Total testes rápidos: 22 milhões
TOTAL GERAL 46,2 milhões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here